Como a boa aparência influência o seu sucesso profissional

28/08/2019

Causar uma boa impressão no ambiente de trabalho pode ser o diferencial para conquistar uma vaga ou promoção

Primeira impressão

Todos nós já vivenciamos boa e péssimas primeiras impressões, mas como isso pode influenciar a sua experiência dentro do ambiente de trabalho? Bom, não é novidade para ninguém que um profissional que sabe se vestir bem em diversas ocasiões é sempre bem lembrado e recomendado, isso acontece pois como afirma a Consultora de Recursos Humanos, Débora Goulart "Quando você vê uma pessoa alinhada e estilosa, a imagem que se fixa em sua memória sobre aquela pessoa sempre é positiva".

Mantendo isso em mente, o principal elemento para nunca errar no visual é conhecer a fundo a empresa que você trabalha, quer trabalhar ou fará uma reunião importante. Por exemplo: se você é candidato à uma vaga numa agência de publicidade e escolhe usar um terno para uma primeira impressão, provavelmente você passará a mensagem errada. " É preciso pesquisar para saber como se arrumar. Em uma empresa jovem, como um startup, vale ousar; em um banco, o terno é obrigatório", diz Débora. 

Ainda segundo a especialista, "Se eu tenho dois candidatos para uma vaga e ambos me apresentam resultados, formação e perfis parecidos, mas um deles está sempre bem vestido e o outro não, escolho o que se apresenta melhor". É evidente que a competência e o compromisso ainda são os melhores triunfos de um profissional, mas como foi mostrado, a roupa pode dar o impulso decisivo. Mas afinal, o que vestir?

É impossível, até para os consultores de estilo, entrar em um consenso sobre o que é ideal vestir, levando em consideração que cada profissão tem as suas particularidades. Por exemplo, um jeans com camiseta e tênis que não pode ser usado de forma nenhuma por um advogado, é a roupa ideal para um jornalista ou publicitário. 

Pensando nessa dificuldade de estabelecer uma regra que oriente todos os trabalhadores, preparamos especialmente para você um guia com algumas dicas de boas apostas, gafes comuns e exemplos básicos para quem não quer errar no look, confira abaixo:

- Ambientes Formais: Terno e gravata obrigatório. Dê preferência para tons sóbrios no terno como cinza e azul marinho, combine sempre com camisas brancas ou de tons claros. A gravata deve ser lisa ou ter uma padronagem discreta, caso tenha medo de ousar no acessório, aposte na tradicional marinho ou vermelha.

- Se a empresa não exige terno, as calças de alfaiataria com camisas de manga comprida são sempre uma boa opção. Muito cuidado com as camisas de manga curta, pois elas são difíceis de combinar. Para completar, é sempre bom ter um blazer em mãos, caso precise receber algum cliente ou ir a uma reunião mais formal.

- O jeans com camisa polo pode ser usado em ambientes corporativos descontraídos. Porém, as blusas não devem ter estampas e as calças devem ser escuras, sem nenhum tipo de lavagem. Caso alguma ocasião exija mais formalidade, um blazer é ideal para deixar o visual mais elegante.

- Se você usa barba, é necessário que ela esteja sempre bem-feita, alinhada e limpa. Se optar por não usar, o rosto deve estar bem afeitado sempre. O corte de cabelo também precisa estar em dia. E nunca se esqueça de aparar as unhas.

- A moda masculina atual oferece roupas mais ajustadas ao corpo (não coladas) e de cores mais sóbrias. Por isso, evite roupas que possam passar a impressão de estarem ultrapassadas: calças muito largas, blazers com ombreiras grandes ou camisas com cores berrantes.

- Peças com aspecto de desleixo também causam uma imagem muito ruim, como sapatos mal engraxados, roupas desbotadas, descosturadas, com botões caindo, malpassadas ou sujas, evite de qualquer forma.

Agora que você sabe um pouco mais sobre como a sua aparência pode te influenciar profissionalmente, comece hoje mesmo a mudar seu estilo de vida e adaptar seus looks ao seu ambiente de trabalho, você notará as mudanças antes mesmo do que você espera. Deixe um comentário e acompanhe nossas redes sociais para não perder nenhuma novidade.  

Redação: Gabriel Stelita Schalch | Direção: Thiago Manias   


PUBLICAÇÕES RECENTES