Guia do sapato social masculino

15/07/2019

Confira os detalhes sobre os diferentes tipos de sapato e as ocasiões adequadas para o uso de cada um deles

Sapatos Sociais

Quando falamos de sapatos não estamos nos referindo somente a estilo, mas também à história. Os primeiros sapatos foram criados a mais ou menos 5 mil anos atrás na região aonde hoje fica a Armênia. Desde então os calçados evoluíram exponencialmente e nos dias de hoje encontramos uma infinita variedade de tipos e modelos, levantando a dúvida frequente de quais modelos deve-se ter em sua coleção e qual a ocasião correta para usá-los.

Para te ajudar com essas dúvidas, preparamos um guia completo de sapatos sociais masculinos, confira os detalhes sobre os mais diferentes tipos de sapato e as ocasiões mais adequadas para usar cada um:

Oxford

O Oxford é considerado o modelo mais clássico de sapato social, ele nunca sai de moda e sua característica padrão é o fato dos furos do cadarço serem localizados no próprio corpo do sapato.

Não se sabe exatamente onde ele foi inventado, as hipóteses mais aceitas são Irlanda ou Escócia, mas o fato é que o modelo foi popularizado na Inglaterra no começo do século 19, pelos estudantes da Universidade de Oxford, daí vem a origem de seu nome.

Existem diversas variações do Oxford em relação a material e cor, porém o modelo coringa que todo o homem precisa ter no armário é o preto básico de couro, perfeito para usar com um terno em eventos, casamentos e formaturas. 


Derby

À primeira vista o Derby é extremamente parecido com o Oxford, e eles de fato são muito parecidos, a sutil diferença entre os dois está no fato de que no Derby os furos do cadarço são localizados em uma aba avulsa costurada no corpo do sapato.

O Derby surgiu como uma adaptação das botas fechadas usadas pelos soldados durante as Guerras Napoleônicas. Foi desenvolvido por um general da Prússia e foi tão revolucionário que levou as suas tropas a vencerem Napoleão, juntamente aos ingleses, na batalha de Waterloo.

A bota recebeu o nome Blutcher em homenagem ao general que as criou, e a sua versão de cano curto que se popularizou nas décadas seguintes entre esportistas e caçadores, ficou conhecida como Derby. Ele é considerado um sapato mais casual que o Oxford e com certeza é uma peça chave em seu guarda roupa, principalmente modelos de camurça muito estilosos e despojados. 


Brogue 

O nome Brogue não se refere especialmente a um modelo de sapato, mas sim aos furinhos decorativos encontrados na superfície do sapato. Dessa forma você pode ter um Oxford Brogue, um Derby Brogue ou uma bota Brogue e assim por diante.

Ninguém sabe ao certo a época exata em que o Brogue surgiu, mas acredita-se que foi na Irlanda, aonde os trabalhadores que realizavam serviços externos começaram a furar seus sapatos para que a água drenasse mais rápido de dentro deles.

As primeiras referências do Brogue como item de estilo, no entanto, remetem ao início do século XX. Ele é considerado um sapato casual e versátil que veste igualmente bem com calça jeans e camisa ou com um terno.


Loafer & Mocassim 

Muitas pessoas se confundem em relação ao Loafer (lado esquerdo da foto) e o Mocassim (lado direito da foto), achando que são somente nomes diferentes para o mesmo tipo de sapato. Isso não é verdade, apesar das semelhanças entre eles, o Loafer apresenta um salto baixo e a sola separada do corpo do sapato, já o Mocassim não possui nada disso e é formado por um corpo único.

O Mocassim é um sapato usado há séculos pelos índios norte-americanos, suas principais características são a costura lateral e o formato fechado que não necessita de cadarço ou fivela para amarrar, alguns modelos apresentam o cadarço somente como decoração. Já o Loafer, possivelmente foi criado por um Norueguês que visitou os EUA e desenvolveu uma versão modernizada do Mocassim, misturando-o com um calçado tradicional dos pescadores escandinavos.

Ambos os modelos normalmente vêm com uma faixa de couro na parte superior do pé, as vezes adornada por algum detalhe de metal. Os dois sapatos apresentam uma pegada mais casual e despojada combinando muito bem com bermuda e camisa, mas também pode ser usado tranquilamente com um blazer.


Agora que você já conhece tudo sobre os tipos de sapatos diferentes, experimente montar seus looks casuais e sociais dando aquela atenção especial aos calçados. 

Redação: Gabriel Stelita Schalch | Direção: Thiago Manias  


PUBLICAÇÕES RECENTES