Parabéns mulheres!

02/03/2020

Conheça os acontecimentos históricos que levaram a criação do dia internacional da mulher. 

O Dia Internacional da Mulher 

Durante quase 90% do tempo em que a humanidade vive organizada em uma sociedade moderna e estruturada, as mulheres foram colocadas em uma posição de inferioridade em relação a figura masculina, não tendo direito de participação em áreas como, esportes, universidades e política, sendo assim forçadas por pressão social a submissão das vontades dos homens. Isso fez com que a visão da mulher dentro da sociedade ficasse restrita a funções domésticas, como cuidar dos filhos, da casa e cozinhar, tudo para que o seu companheiro só tenha que preocupar-se em trabalhar e fornecer o dinheiro necessário para o sustento da família.

Felizmente, esse mundo não existe mais! No ano de 2020 as mulheres têm cargos de alto prestígio em empresa multinacionais, são consideradas as melhores atletas em diversas categorias de esportes como Judô, Handball e Natação, tem um espaço de extrema importância na política internacional e compõem mais de 40% do corpo docente em instituições de ensino superior. Todo esse avanço é resultado da luta incansável que as mulheres têm travado nos últimos séculos visando garantir a igualdade de seus direitos básicos, para destacar a importância dessa luta, existe o Dia Internacional da Mulher, se você deseja saber tudo sobre a história desta data especial, confira o texto abaixo:

O Dia Internacional das Mulheres é comemorado anualmente no dia 8 de março desde o ano de 1975. É uma data que destaca e celebra as conquistas obtidas pelas mulheres em relação a direitos básicos e principalmente trabalhistas. Existem diversas teorias de como a ideia desta data surgiu, porém, na realidade o conceito surgiu de uma soma de diversos acontecimentos ao redor do mundo.

Um dos principais acontecimentos relacionados a esta celebração foi um grande incêndio que ocorreu na cidade de Nova York no dia 25 de março de 1911, a fábrica de tecidos Triangle Shirtwaist Company teve o seu prédio incendiado devido as péssimas condições do local, a fábrica continha cerca de 600 empregados, a maioria mulheres imigrantes, foram mais de 150 mortes devido ao fogo intenso, 125 eram mulheres, que no momento do incêndio estavam trancadas no galpão localizado no último andar do prédio e infelizmente não conseguiram sair. Os patrões tinham o costume de trancar os funcionários durante as horas de trabalho para evitar que eles realizassem pausas ou roubassem materiais. 

Apesar de decisivo, esse fato não foi o primeiro que motivou a movimentação das mulheres. Posteriormente, no dia 26 de fevereiro do ano de 1909, ocorreu também em Nova York, uma marcha de reivindicação dos direitos trabalhistas das mulheres, que na época eram obrigadas a trabalhar por mais de 16 horas por dia, a ação foi um grande sucesso e movimentou mais de 15 mil pessoas nas ruas de NY. Durante o mesmo período de tempo, só que na Europa, crescia um grande movimento de reivindicações das mulheres nas fábricas, isso fez com que ocorresse no ano de 1910, na cidade de Copenhague, o Segundo Congresso das Mulheres Socialistas, apoiado pela Internacional Comunista, foi durante este evento que a membro do Partido Comunista Alemão, Clara Zetkin, propôs pela primeira vez a criação do dia internacional da mulher, nesta época ainda não existia uma data específica, porém a ideia já estava viva.

A presença desses ideais já mostrava ao mundo o que viria ser a ascensão do feminismo e das correntes revolucionárias de esquerda, como o comunismo e o anarquismo, que alavancaram grandes mudanças nos padrões da sociedade da época. A influência foi tanta que personalidades como a anarquista pioneira Emma Goldman, nascida na Lituânia e criada em Nova York, foi considerada uma das pessoas mais importantes de toda a década, seus artigos recheados de conceitos anticapitalistas serviram de inspiração para as grandes revoluções que estariam por vir.

A determinação da data oficial do Dia Internacional das Mulheres aconteceu após um evento ocorrido na Rússia no dia 8 de março de 1917. O grande evento influenciador foi uma extensa greve de mulheres trabalhadoras do setor de tecelagem que impulsionadas pela Revolução Russa, reivindicavam seus direitos trabalhistas. O movimento que contou também com o apoio dos operários do setor de metalurgia, ficou marcado na história não somente como um feito decisivo na luta das mulheres, mas também é apontado como um dos prenúncios da Revolução Bolchevique.

Com o passar dos anos e a chegada da Segunda Guerra Mundial, o dia 08 de março começou se popularizar ao redor de todo o mundo como um símbolo de força e luta das mulheres, posteriormente no ano de 1975, ano intitulado como Ano Internacional das Mulheres, a ONU reconheceu e oficializou a data visando exaltar as conquistas sociais e políticas das mulheres. 


Agora que você já conhece a história por trás do Dia Internacional das Mulheres, conheça a campanha especial que a Won preparou em homenagem as mulheres:

A Semana das Musas traz eventos e promoções exclusivas em nossas lojas, participe do Workshop de maquiagem em parceria com Alice Salazar Store no dia 05/03 e compre em nossas lojas durante a semana de 02/03 á 08/03 para ganhar prêmios e vouchers especiais. Convide suas amigas e participe!

Para garantir a sua participação, inscreva-se clicando aqui!

Não esqueça de nos seguir nas redes sociais para não perder nenhuma novidade ou promoção.